Temer quer que Bolsonaro e Doria façam as pazes, até 2022

A jornalista Camila Mattoso, na edição deste sábado, 23, do Painel, da Folha, afirma que o ex-presidente Michel Temer (MDB) tem falado para amigos próximos que é o momento do Jair Bolsonaro fazer as pazes com o governador João Doria (PSDB), deixando a disputa mesmo para o momento certo: o segundo semestre de 2022, quando sabidamente os dois devem concorrer ao Planalto. Um encontro para acalmar os ânimos enquanto a vacinação ganha corpo no Brasil.

Temer é conhecido pela sua cordialidade, com diálogo em diferentes campos ideológicos da política.

Mas o seu desejo não tem nem médias chances de ocorrer diante do agravamento da crise política do governo federal, que parece manter o radicalismo para sustentar a sua base mais ferrenha.