Olavo de Carvalho tem ação negada contra o Estadão

O guru bolsonarista Olavo de Carvalho teve negada ação de indenização por danos morais contra o jornal O Estado de S. Paulo acerca de matéria intitulada ‘Rede Bolsonarista ‘jacobina’ promove linchamento virtual até de aliados’. A juíza Camila Sani Pereira Quinzani, da 4ª Vara Cível da Justiça de São Paulo, determinou que o ideólogo arque com os honorários advocatícios, custas e despesas processuais que totalizam R$ 9 mil.

Ela defende que a liberdade de informação jornalística ‘não deve ser compreendida apenas como simples corolário do direito de informar’.

‘Entendo que a reportagem jornalística está diretamente relacionada à liberdade de crítica da imprensa, especificamente quanto à atuação do requerente, no exercício de sua atividade de jornalista e de filósofo, responsável, como assumido pelo próprio autor, por influenciar outros indivíduos, ao expor suas opiniões, não refletindo a matéria jornalística efetiva imputação ao requerente acerca da prática de ato ilícito ou efetivo abuso do direito de liberdade jornalística’.