O STF e o feminicídio: legítima defesa da honra

Um dos assuntos mais polêmicos em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF) impacta diretamente o feminicídio. É que ao negar um novo julgamento de réus absolvidos em primeira instância na contramão das provas do crime contra a mulher, vai se abrir um precedente para homens que dizem matar para defender a honra, argumenta o ministro Alexandre de Morais.

Um dos casos em estudo, revela a Folha, é de um homem que tentou matar a mulher porque ela o teria traído.

A sessão, virtual, teve início em outubro.