Auxílio emergencial para quem não tem conta na Caixa será depositado a partir do dia 30

Novo auxílio deve beneficiar 40 milhões de brasileiros

Com o foco nas camadas mais pobres da população, o novo auxílio-emergencial nesta segunda onda da pandemia deve beneficiar 40 milhões de pessoas — 8 milhões a mais do que previsto inicialmente pela equipe econômica do governo Bolsonaro. O presidente chegou a dizer que seria impossível voltar com a ajuda dada no ano passado senão o Brasil ‘quebraria’. Mas voltou atrás, admitindo até quatro parcelas a partir de março.

O impacto orçamentário será R$ 24 bilhões.

Os que já recebem o Bolsa Família estão incluídos.