Montes Claros: audiência debate implantação de escola bilíngue para surdos

Foi realizada nesta quinta-feira, 26, na Câmara Municipal, uma audiência pública para discutir a importância da implantação de uma escola bilíngue para surdos em Montes Claros. A audiência contou com a presença de interessados na defesa dos direitos dos surdos, representantes do Conselho Municipal de Direitos da Pessoa com Deficiência (CPDMOC), Associação dos Surdos de Montes Claros (ASMOC), Centro de Atividades Administrativas e Didáticas (CAAD), representantes de secretarias municipais, professores de libras, vereadores e população em geral.

Durante a audiência foram debatidas estratégias com o objetivo de unir esforços entre os entes federativos para a construção de uma escola específica para surdos, com conteúdos direcionados de forma a valorizar as conquistas e ampliar a inserção social.

Representando a Secretaria Municipal de Educação, a coordenadora de Educação Inclusiva do município, Meirielli Duarte, destacou o que já vem sendo feito nas escolas públicas municipais para assegurar a inclusão. “Atualmente o município tem 8 alunos surdos do 1º ao 5º ano, além de 5 alunos no Ensino Infantil. Todos contam com intérpretes e acompanhamento pedagógico específico. Todos os projetos voltados para a inclusão de surdos merecem ser apoiados, e o esforço conjunto é essencial”, pontuou.