Em 2018, Bolsonaro apoiou greve dos caminhoneiros por baixa no Diesel

A greve dos caminhoneiros que paralisou o Brasil há 3 anos, e que se promete repetir nos próximos dias em menor escala, recebeu à época o apoio do atual presidente Jair Bolsonaro. ‘Os caminhoneiros buscam soluções para esses problemas, que interessam aos 200 milhões de brasileiros. Não tem encontrado eco no Legislativo. Sobrou-lhes o Executivo, que teima a se omitir. Somente a paralisação poderá forçar o presidente da República a dar uma solução para o caso’, afirmara.

Com a greve confirmada a partir desta segunda-feira, ele chegou a fazer um apelo para os caminhoneiros não pararem em meio às dificuldades que a economia já está enfrentando em decorrência da pandemia.

Representantes da categoria que apoiam Bolsonaro tentam desmobilizar uma paralisação nacional.