E os consumidores que pagaram valor além na energia elétrica?

A bagatela de R$ 50,1 bilhões que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) — referente ao PIS/Confins pagos a mais pelos consumidores nos últimos anos —, propõe a estatal, serão devolvidos em até cinco anos com abatimento nos reajustes que seriam feitos. Após uma década, revela o Estadão, a Justiça apontou que a cobrança foi feita de maneira errada e que o valor deve ser devolvido.

O calculo do diretor da Aneel, Efrain Cruz, é que a redução pode chegar a 30% em todo território nacional.

A consulta pública sobre a proposta termina em 29 de março.