Cantor nega que agrediu fã após festa em barco em Capitólio

Cantor nega que agrediu fã após festa em barco em Capitólio

O vocalista da Turma do Pagode, Leíz, se defendeu em vídeo nas redes sociais das acusações de que ele e seu grupo de amigos tenham agredido um fã após festa em um barco na Marina Escarpas, em Capitólio, no fim de semana. ‘Essa pessoa realmente foi agredida, eu vi essa pessoa ser agredida. Não era um grupo de amigos meus. A pessoa chegou ofendendo essas pessoa que lá estavam com palavras racistas, xingando de preto, de macaco, que esse local não era para ser frequentado por negros’, contou.

Ele reforça no final do vídeo de não ter participado da confusão e que ‘acabou sobrando para ele’ e que deixa ‘palavras de conforto’ para o agredido.

Ele não respondeu as críticas de que estaria provocando aglomeração em momento de isolamento social.