Connect with us

Cidades

Zema abandonou Bolsonaro logo agora no pico da pandemia?

Published

on

Um dos governadores mais alinhados a Jair Bolsonaro — muito embora tenha mantido o silêncio nas questões mais polêmicas envolvendo o Palácio do Planalto diante a pandemia —, Romeu Zema pode marcar o início do fim dessa relação mais próxima com a adoção da onda roxa em toda Minas Gerais a partir desta quarta-feira, 17. Esse é uma das atitudes mais abominadas por Bolsonaro, que considera que a crise econômica vai provocar mais vítimas que a própria doença.

Minas Gerais é o segundo maior colégio eleitoral do país, e Zema vê arriscada até mesmo a sua reeleição com medidas consideradas impopulares e com ações fora de hora ao longo de um ano de pandemia.

O Minas Consciente passou a considerar como serviços essenciais todos os setores do comércio no momento mais crítico da pandemia, neste início de ano. Ou seja, não precisava ter fechado no ano passado, evitando milhares de falências.

Jornalista e editor dos sites Da Redação, Front Pages News e Cura Plena. Escritor do 'Museu da Notícia' e 'Quer um conselho?'.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Mais vistas