Variante identificada em Minas Gerais pode ser resistente a vacinas

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) confirmou cinco casos da variante colombiana Mu, que pode ser resistente a vacinas de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). São três pacientes em Virginópolis e outros dois em Guanhães, no Vale do Rio Doce. Esses podem ser os primeiros casos registrados no Brasil.

O Estado já registra 236 casos da variante Delta.

‘Entra a variante existir e se propagar, a diferença é grande. Na maioria das vezes, isso não aconteceu. Há várias cepas que surgem, o vírus muda muito’, afirmou o o secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, em entrevista na quinta-feira, 2, ao quadro Café com Política, da rádio Super 91,7 FM.