Uberaba: melhor cidade do interior de Minas e 39ª melhor do Brasil para fazer negócios

Uberaba: melhor cidade do interior de Minas e 39ª melhor do Brasil para fazer negócios

LUIZA CARVALHO

Uberaba consolida em 2019, saltando 10 posições, o 39º lugar entre as 100 melhores cidades do País para se fazer negócios. O ranking da Urban Systems, divulgado pela Revista Exame, mostra que Uberaba subiu da posição 49ª para 39ª em um ano. Em Minas Gerais, Uberaba fica atrás apenas da capital Belo Horizonte, se posicionando como a 2ª melhor cidade do Estado para negócios. Outro destaque no ranking é o eixo Desenvolvimento Econômico – sem estar entre as 100 melhores em 2018, Uberaba deslanchou para a 21ª posição.

O prefeito Paulo Piau fez avaliação positiva e otimista sobre a conquista. “Se estamos avançando significa que a gente fez o dever de casa. Ser a primeira do interior de Minas é algo extraordinário. Uberaba é uma cidade inovadora, que vem em um crescente no aspecto da ciência, tecnologia e inovação. De 2013 para cá, o que fizemos foi dar uma sustentação a esta área, porque o setor produtivo é o eixo da economia. Estamos criando essa infraestrutura básica e o resultado está aí. Desburocratizamos muito, e ainda temos muito a fazer”, disse.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, José Renato Gomes, também reforça que os resultados de Uberaba demonstram efetivamente o trabalho conciso na consolidação de investimentos e no incentivo econômico. O Município é referência em agilidade e qualidade no atendimento às empresas, de todos os portes, bem como no trabalho determinado em desburocratização dos processos.

“Este governo municipal sempre se preocupou com o desenvolvimento econômico, pois sem isso não se faz boa educação e saúde e não se gera novos empregos. A geração de riqueza é o ponto principal para que investimentos sejam viabilizados em benefício da sociedade. Desenvolvemos com qualidade diversos desembaraços e facilidades para alavancar a economia, e uma das nossas premissas é oferecer tratamento igual para desde microempresários até grandes empresas interessadas no Município. Valorizamos, portanto, toda a cadeia produtiva, proporcionando igualdade de condições a todos que pleiteiam incentivos”, observa o secretário.

Outro ponto importante, segundo José Renato, é a valorização dos atrativos logísticos de Uberaba, já que a cidade tem posicionamento estratégico que interessa os investidores. “A gestão municipal tem a visão tanto de valorizar suas vocações, quanto de diversificar seu polo industrial para criar perspectivas econômicas. Temos um eixo forte de desenvolvimento, criado com planejamento e visão estratégica. E não podemos esquecer da importância destinada ao Turismo e Inovação por este governo, segmentos significativos para o desenvolvimento de Uberaba”, pondera o secretário.

Gás é a chave para alavancar Uberaba no ranking, evidencia José Renato Gomes 

“Só não estamos melhor posicionados porque ainda não temos o gás em Uberaba”. Esta é a análise do secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, José Renato Gomes, ao observar que o gasoduto pode trazer ascensão ainda maior ao Município no ranking nacional. José Renato afirma que com a chegada do gás na região o ‘desenvolvimento será outro’, com novas portas para grandes investimentos.

“Hoje nós já disputamos investimentos com muita vantagem, pois temos uma Lei de Incentivo atrativa, posição geográfica privilegiada e uma agilidade que surpreende as maiores empresas com interesse no Município. Só que não temos gás, e isso nos limita em discussões importantes. Ficamos excluídos de processos industriais que precisam do gás como matriz energética. E isso é muito significativo. Uberaba trata desse assunto com um empenho imensurável”, declarou José Renato Gomes.