Connect with us

Política

TSE pede R$ 2 milhões de Kalil usados na campanha

Published

on

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer a devolução de R$ 2,2 milhões usados na campanha do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), em 2016, que não teve origem comprovada. Ele perdeu na corte por 4 a 3, mas promete recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). A defesa alega que o valor tem origem na venda de parte de um imóvel aos seus três filhos, o que teria ocorrido entre o primeiro e o segundo turno, informa O GLOBO.

O julgamento no TSE teve início em 2018, com pedido de vista do ministro Alexandre de Moraes, que aceitou o recurso de Kalil.

‘Aqui é um caso interessante, em que, sem qualquer prova de fraude do negócio jurídico realizado, com alegações de negócio estranho, mas não ilícito, foram julgadas irregulares as contas, foram desaprovadas’, observa.

Jornalista e editor dos sites Da Redação, Front Pages News e Cura Plena. Escritor do 'Museu da Notícia' e 'Quer um conselho?'.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Mais vistas