Servidores do Estado de Minas Gerais deve receber o 13° em dia

Com a folha de pagamento sendo quitada até o quinto dia útil do mês, encerrando ciclo de mais de cinco anos de parcelamento de salários (em até três prestações), o Estado de Minas Gerais deve também colocar em dia o o 13° do funcionalismo desde 2016 — o segundo ano da gestão de Fernando Pimental (PT).

O ex-governador deixou para Romeu Zema (Novo) pagar o o 13° referente a 2018 — Zema dividiu o benefício em 11 vezes.

O custo mensal da folha de pagamento de Minas Gerais é de aproximadamente R$ 3,5 bilhões.