‘Semana do Brasil’ tem adesão de 300 empresas em Belo Horizonte, diz CDL

Nacho Doce/Reuters

Uma ação inédita para mobilizar o comércio, movimentar a economia e celebrar o nosso País acontece entre 6 e 15 de setembro nas lojas de todas as regiões de Belo Horizonte — a Semana do Brasil. Iniciativa do governo federal, a semana tem o apoio da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), que incentiva a participação de seus associados.

Mais de 300 empresas já confirmaram que pretendem aderir à campanha, criada para movimentar o comércio e aquecer o turismo nacional. A Semana do Brasil tem como inspiração o varejo dos Estados Unidos, que costuma realizar promoções em feriados cívicos nacionais, como o 4 de Julho, Dia da Independência.

“A Semana do Brasil é uma oportunidade para os lojistas e os consumidores de Belo Horizonte. As lojas vão oferecer produtos e serviços com desconto, buscando aumentar as vendas e renovar seus estoques. Os consumidores terão uma oportunidade de comprar produtos que estão precisando e presentes para as datas festivas que vêm pela frente”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Divulgação para empresários

A Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL-MG) e a CDL/BH participam da Semana do Brasil ajudando em sua divulgação e oferecendo promoções e descontos especiais. Empresas e empreendedores de todos os tamanhos e setores devem participar, já que as oportunidades podem aparecer de várias formas diferentes. 

Os associados da CDL/BH receberão cartazes para vitrine e balões nas cores azul, amarelo e verde, que serão utilizados para identificar as lojas que participam da Semana do Brasil oferecendo descontos. Outras peças publicitárias podem ser baixadas pelo site da CDL/BH (www.cdlbh.com.br).

“A Semana do Brasil cria uma oportunidade que ainda não havia para o nosso comércio. É uma chance para gerar negócios, empregos, vendas e crescimento em um mês que costumava ser carente em datas festivas e promoções”, afirma Souza e Silva.

De fato, em janeiro tem as férias de verão, que movimenta o turismo. Em fevereiro ou março, Carnaval. Abril tem Páscoa e seus ovos de chocolate. Maio homenageia as mães. Junho tem o Dia dos Namorados. Em julho, chega o inverno, com viagens e férias. Agosto é o mês dos pais. Outubro tem o dia das crianças. Novembro já se consagrou a Black Friday. E dezembro tem Natal. Faltava só setembro. Agora, com a Semana do Brasil, não falta mais.

Para aderir à campanha e ter suas promoções divulgadas em todo o País, os lojistas devem se cadastrar em www.brasil.gov.br/semanadobrasil.