‘Semana do Brasil’ tem adesão de 300 empresas em Belo Horizonte, diz CDL

‘Semana do Brasil’ tem adesão de 300 empresas em Belo Horizonte, diz CDL

Uma ação inédita para mobilizar o comércio, movimentar a economia e celebrar o nosso País acontece entre 6 e 15 de setembro nas lojas de todas as regiões de Belo Horizonte — a Semana do Brasil. Iniciativa do governo federal, a semana tem o apoio da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), que incentiva a participação de seus associados.

Mais de 300 empresas já confirmaram que pretendem aderir à campanha, criada para movimentar o comércio e aquecer o turismo nacional. A Semana do Brasil tem como inspiração o varejo dos Estados Unidos, que costuma realizar promoções em feriados cívicos nacionais, como o 4 de Julho, Dia da Independência.

“A Semana do Brasil é uma oportunidade para os lojistas e os consumidores de Belo Horizonte. As lojas vão oferecer produtos e serviços com desconto, buscando aumentar as vendas e renovar seus estoques. Os consumidores terão uma oportunidade de comprar produtos que estão precisando e presentes para as datas festivas que vêm pela frente”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Divulgação para empresários

A Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL-MG) e a CDL/BH participam da Semana do Brasil ajudando em sua divulgação e oferecendo promoções e descontos especiais. Empresas e empreendedores de todos os tamanhos e setores devem participar, já que as oportunidades podem aparecer de várias formas diferentes. 

Os associados da CDL/BH receberão cartazes para vitrine e balões nas cores azul, amarelo e verde, que serão utilizados para identificar as lojas que participam da Semana do Brasil oferecendo descontos. Outras peças publicitárias podem ser baixadas pelo site da CDL/BH (www.cdlbh.com.br).

“A Semana do Brasil cria uma oportunidade que ainda não havia para o nosso comércio. É uma chance para gerar negócios, empregos, vendas e crescimento em um mês que costumava ser carente em datas festivas e promoções”, afirma Souza e Silva.

De fato, em janeiro tem as férias de verão, que movimenta o turismo. Em fevereiro ou março, Carnaval. Abril tem Páscoa e seus ovos de chocolate. Maio homenageia as mães. Junho tem o Dia dos Namorados. Em julho, chega o inverno, com viagens e férias. Agosto é o mês dos pais. Outubro tem o dia das crianças. Novembro já se consagrou a Black Friday. E dezembro tem Natal. Faltava só setembro. Agora, com a Semana do Brasil, não falta mais.

Para aderir à campanha e ter suas promoções divulgadas em todo o País, os lojistas devem se cadastrar em www.brasil.gov.br/semanadobrasil.