Santa Casa de Passos lotada, mas não tem protocolo de ‘quem vive’

Em vídeo, o diretor técnico da Santa Casa de Passos, cardiologista José Ronaldo Alves, negou que tenha um protocolo em vigor no hospital regional para escolher quem vai receber um leito adequado de atendimento. ‘A Santa Casa possui uma Central de Regulação de Pacientes, uma equipe de gestão de acesso, que está trabalhando 24 horas por dia, mantendo contato com a UPA de Passos e com as várias cidades das nossas microrregiões para manter sempre informada de toda demanda de pacientes’, observa.

‘Estamos aceitando os pacientes conforme nossa disponibilidade de leitos. O critério que utilizamos sempre é o de maior gravidade. Entretanto, nesse momento atual, a demanda por leitos é bem superior à nossa capacidade de oferta, principalmente UTI’.

Resultado: pacientes ficam período maior na cidade de origem, mas quando chegam à Santa Casa de Passos recebem o atendimento adequado, o que descarta boato de que existiria um protocolo de ‘quem vive’.