Roberto Requião sai do MDB, e partido flerta com Bolsonaro no Paraná

Com a saída do ex-senador Roberto Requião do MDB, após perder o controle do partido no Paraná para o deputado estadual Anibelli Neto, aliado do governador Ratinho Junior (PSD), a sigla ensaia movimento para apoio a Jair Bolsonaro no Estado. ‘O rato e o Bolsonaro sequestraram o MDB. O partido acabou. Aristóteles dizia que o homem é um animal político. Sou assim. Saí do MDB porque meu velho MDB de guerra acabou. Vou continuar fazendo política para o bem de meu país e do nosso povo’.

Requião quer disputar o Governo do Paraná em 2022.

Deve concorrer pelo PDT, PT ou PSB.