Presidente da Câmara é do mesmo partido dos prefeitos de Piumhi e Capitólio

A eleição de Arthur Lira (PP) para presidência da Câmara dos Deputados pode auxiliar as administrações de Piumhi e Capitólio, chefiadas por filiados também do Progressistas? Facilita, mas ainda é preciso uma boa ponte na sigla, que seja em Brasília. Mas em ano de crise financeira extrema em decorrência da pandemia, a política ensina que os pedidos já devem ser feitos, começando pelos caciques estaduais.

O PP foi um dos partidos que mais cresceram nas urnas do ano passado, elegendo 685 prefeitos — em 2016 foram 495.

A liderança, embora com queda de 30%, ainda é do MDB, com 784 prefeituras.