Porque o PT não está interessado no impeachment de Bolsonaro

O PT, ao não participar das manifestações deste domingo (o próprio movimento Vem Pra Rua, um dos organizadores, ressalta a participação de pessoas da esquerda que não votam em Lula), deixa claro que o partido não deseja repetir o erro do PSDB, que embarcou no impeachment de Dilma. Até as eleições seguintes, com Temer no poder, o tucanato derreteu ao ponto de não conseguir se destacar mais no cenário nacional.

A possível candidatura de Doria será resultado de sua cruzada pela vacina e não pelo partido que ocupa e nem por governar o Estado mais rico.

O PT (leia-se Lula) sendo atualmente a maior força anti-Bolsonaro do país, tirar o adversário agora do poder abriria campo para deixar Jair inelegível e um outro nome crescer, ao ponto de ameaçar sua eleição.