Poços de Caldas: ThyssenKrupp anuncia expansão em unidade do Distrito Industrial

Poços de Caldas: ThyssenKrupp anuncia expansão em unidade do Distrito Industrial

A Thyssenkrupp, que está instalada no Distrito Industrial (D.I) de Poços de Caldas, desde de 2015, recentemente instalou uma nova linha de usinagem de tubos para eixos de comando de válvulas. Além de ampliar o fornecimento para o mercado nacional, a unidade também incrementou exportações a outros países da América Latina. Para o próximo ano a empresa, pioneira na Indústria 4.0 no Brasil, prevê mais investimentos na unidade.

Na manhã da última sexta-feira (29), Roberval Calca, diretor da thyssenkrupp de Poços apresentou alguns resultados obtidos pela empresa e falou também de investimentos que serão realizados em curto prazo, entre eles a construção de um conjunto de escritórios no piso superior da planta do D.I.

O vice-prefeito, Flávio Faria, que também é titular da pasta de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, participou da reunião. Também compareceram, o secretário Municipal de Planejamento, Tiago Cavelagna, o vereador Álvaro Cagnani, Mateus Lopes, coordenador de Fomento à Indústria e Comércio; Augusto Barbosa, gerente de Políticas de Trabalho e Geração de Renda; e Vanessa Barzagli, da Divisão de Fomento Agropecuário.

A thyssenkrupp de Poços, que integra o setor Automotive Technology do grupo, é uma das mais modernas plantas fabris do Brasil, tendo o perfil de inovação comparado ao de empresas de ponta do setor de países desenvolvidos. As operações realizadas no D.I, representam bem o conceito da indústria 4.0 (fusão do mundo físico, digital e biológico), que prioriza eficiência, baixo custo de manutenção e consumo de energia.

Roberval destacou algumas conquistas operacionais da fábrica de Poços e citou, por exemplo, o controle de 100% da qualidade das peças produzidas, que possuem os códigos checados automaticamente antes que qualquer nova etapa seja iniciada. Dessa forma, diz o diretor, quando algum problema é identificado, é possível interromper a etapa seguinte para, por exemplo, reparar e aprimorar o processo de fabricação. “Além disso, a tecnologia permite a rastreabilidade das condições de montagem de cada conjunto individualmente”.

Roberval, acrescenta, ainda, que outras conquistas importantes estão acontecendo na unidade de Poços, entre elas está o período de mais de quatro anos, 1.504 dias, sem acidentes no recinto da fábrica. “Em 2020, o objetivo é ter 20% de mulheres no quadro de colaboradores da empresa”, anunciou.

Segurança

As normas de segurança são rígidas e as orientações aos visitantes são dadas, por meio de vídeo, antes mesmo do tour pela fábrica. Os trabalhadores usam EPIs – equipamentos de proteção individual, e também o piso do galpão é super limpo e todo demarcado, com faixas zebradas ou de várias cores, para definir os espaços permitidos ao trânsito de pessoas.

Padrão de qualidade

No modelo de indústria 4.0, os colaboradores não monitoram os processos individualmente, mas sim o sistema como um todo, e a configuração das máquinas pode ser alterada a qualquer momento – com base até mesmo em novos padrões estabelecidos por meio de clientes e fornecedores ou por outras unidades da thyssenkrupp. Isso resulta em grande flexibilidade, com ganhos de eficiência, melhoria de qualidade e redução de custos.

A planta da thyssenkrupp, no D.I, conta com mais de 20 robôs cujos processos estão interconectados ao longo da cadeia, e toda a linha de produção é monitorada em um ambiente virtual por meio de sensores que fornecem dados em tempo real. A unidade também está interconectada a outras fábricas da thyssenkrupp ao redor do mundo que produzem eixos de comando para o mesmo tipo de motor como: Alemanha, Hungria, México e duas na China.

Produção/Poços

O diretor da unidade, Roberval Calca, diz que a fábrica já opera com alto percentual da capacidade de produção. De acordo com ele, a interconexão entre as etapas do processo, o monitoramento em tempo real e a própria automação envolvida, permitem obter um alto nível de controle. “Isso nos deixa melhor preparados para produzir em larga escala a qualquer momento, seguindo sempre as demandas do mercado e do cliente, sobretudo no que diz respeito à qualidade do produto final”, acrescenta.

A unidade de Poços é responsável por produzir eixos de comando de válvulas integrados à tampa do cabeçote do motor, componente que proporciona mais eficiência ao veículo em termos de consumo de combustível e emissões, já que contribui para uma redução de até 40% no peso do motor. “Também estamos investindo na localização de processos de usinagem para aumentar a competitividade e diminuir o lead time (tempo de início de uma atividade e seu fim)”, explica Calca.

Saiba mais:

A thyssenkrupp é um dos maiores fornecedores globais de materiais e componentes para a indústria automotiva.

  • Nove em cada dez veículos fabricados no Brasil são equipados com componentes produzidos pela empresa.
  • Um em cada três caminhões possui componentes da empresa.
  • Portfólio de produtos: componentes para motor (eixos de comando de válvulas montados, módulos de cabeçote do cilindro e virabrequins), componentes de suspensão (sistemas de direção, amortecedores, molas e barras estabilizadoras) e serviços de montagem (módulos de eixo).
  • Plantas industriais no Brasil: Poços de Caldas, Ibirité e Santa Luzia (MG); São José dos Pinhais (PR); Campo Limpo Paulista e São Paulo (SP).
  • Vendas globais: 42 bilhões de euros.
  • Clientes: Praticamente todas as grandes montadoras do mundo.
  • Colaboradores: 162.000, em 78 países