OPINIÃO: Não foi desta vez que Bolsonaro ‘pegou’ a Globo

Inimiga pública de Bolsonaro, a Rede Globo certamente pode sair prejudicada com a Lei do Mandante (que ele acabou de sancionar), mas terá tempo para se adaptar (leia-se negociar): não tem validade nos contratos vigentes e a emissora tem assinatura da maioria dos clubes da Série A até 2024.

Bolsonaro apenas vetou dispositivo que impedia emissoras (incluindo rádio) de ‘patrocinar ou veicular a própria marca e de seus canais e dos títulos de seus programas nos uniformes de competição’.

Em 2000, o SBT tascou sua logo no uniforme do Vasco na final da Copa João Havelange contra o São Caetano. 21 anos depois: o ministro das Comunicações, Fábio Faria, é genro de Sílvio Santos.