ONS diz que Lago de Furnas pode ficar ‘vazio’ até novembro

O Operador Nacional do Sistema (ONS) alerta que ao menos 8 hidrelétricas podem ficar com reservatórios vazios até novembro — entre elas, Furnas. A expressão usada pelo órgão é ‘perda do controle hidráulico’, impactando diretamente no fornecimento energético dos subsistemas Sul e Sudeste/Centro-Oeste. É a pior crise do setor em 91 anos e o risco de racionamento é real. Na foto, o Lago de Furnas, em 2013, quando chegou a 9% do volume útil.

Atualmente, em torno dos 37%, já não consegue atender as atividades turísticas de todos os municípios da região e as decisões do Governo para tentar evitar apagões deixa impraticável a cota mínima de 762 metros defendida.

Duríssimo golpe para o turismo no pós-pandemia.