Onda roxa: o golpe no turismo com hotéis sem poder receber hóspedes a lazer

Às vésperas da Semana Santa, e com possibilidade real de prorrogação da onda roxa a nível estadual, Minas Gerais proibiu os hotéis de receberem turistas, uma das medidas da fase mais restritiva para frear a circulação do vírus: uma das principais ações que constam no plano do programa Minas Consciente é a instalação de barreiras sanitárias, já adotadas por alguns municípios ainda na onda vermelha.

Sem o Carnaval, o setor de turismo sente outro duro golpe, praticamente descartando normalidade na atividade também em 2021.

O agravamento econômico em cidades turísticas, a exemplo de Ouro Preto e Capitólio, se torna ainda maior com longo período sem poder exercer suas atividades normais.