OAB vai ao STF por omissão de Bolsonaro contra a pandemia

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) decidiu que vai acionar o Supremo Tribunal Federal (STF) por ‘ações e omissões’ de Jair Bolsonaro em meio a pandemia — além de provocar aglomerações, o presidente costuma não usar máscara em público e minimizou a necessidade de vacinação. O pedido de investigação sobre as responsabilidade, administrativa e criminal, também será encaminhado para a Procuradoria Geral da República (PGR).

O Instituto de Advogados Brasileiros (IAB) manifestou nesta quinta-feira, 11, ‘apoio irrestrito’.

A presidente, Rita Cortez, disse ao Estadão,, que é ‘preciso dar um basta a tamanho desgoverno’.