O que está na gaveta do Senado e ameaça Bolsonaro disputar as eleições

A dica foi dada pelo ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, em sua coluna de estreia do Poder 360: emenda engavetada no Senado pode fazer valer a qualquer momento o fim da reeleição. ‘O ideal é acabar com a reeleição imediatamente. Mesmo que se mantenha o direito de quem pode se reeleger e a alteração só valha para as futuras eleições –pois nesse caso, no mínimo, depois de algum tempo coloca-se um fim nessa disparidade existente’.

‘Muitos tentam comparar a regra brasileira com a dos Estados Unidos, onde vigora um presidencialismo com direito à reeleição. Só que existem muitas diferenças entre os 2 modelos. No sistema norte-americano não há a pulverização partidária como a do Brasil. Tampouco existe um poder derivado das eleições de cerca em 5.500 municípios’.

‘No momento atual, a oposição ao presidente está cada vez mais forte e acirrada. O objetivo é desgastá-lo e diminuir as suas chances de reeleição. Ao mesmo tempo assistimos ao governo tentar colocar em prática políticas para prevalecer na campanha da reeleição em 2022. Nessa conjuntura, fica a pergunta: sem a possibilidade de reeleição, estaríamos debatendo uma CPI de opiniões para tentar colocar em Bolsonaro a responsabilidade pelas mortes da pandemia?’.