O novo golpe do Pix através do WhatsApp

O Pix se tornou tão popular em pouco tempo, pois aceita transferência rápida e gratuita de quantias irrisórias — mesmo que seja 1 centavo —, que os primeiros golpes utilizando a ferramenta criada pelo Banco Central em outubro de 2020 até que demoraram. O mais evidente nos últimos dias, a criação de grupos no WhatsApp em que é cobrado de R$ 1 a R$ 5 para entrar. Após ser período, a pessoa vira ‘administrador’.

E novos grupos são criados, prática vista por especialistas em finanças e segurança como um esquema real de pirâmide.

Embora denunciar seja importante, evitar clicar e entrar em ofertas de dinheiro fácil é mais importante ainda.