Connect with us

Polícia

O caso do espião russo que fingiu ser brasileiro

Published

on

Com documentos brasileiros falsos desde 2010, o espião russo Serguei Tcherkasov, 36 anos – que afirmava ter nascido em Niterói (RJ) – foi deportado da Holanda e está preso no Brasil, informa a Polícia Federal. Ele criou toda uma narrativa para que a identidade tivesse ‘crédito’, citando problemas financeiros e familiares, com mudanças para outros países em busca de oportunidades de trabalho.

Ele foi detido tentando se infiltrar no Tribunal de Haia, se passando por Viktor Muller Ferreira.

Ainda de acordo com a Folha, o caso aconteceu em abril, mas apenas nesta semana foi divulgado. Ele trabalharia para a unidade de inteligência militar da Defesa russa, conhecida como GRU.

Jornalista e editor dos sites Da Redação, Front Pages News e Cura Plena. Escritor do 'Museu da Notícia' e 'Quer um conselho?'.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Mais vistas