‘O Brasil não pode parar’: Justiça suspende campanha nacional

A juíza plantonista Laura Bastos Carvalho, da Justiça Federal do Rio de Janeiro, suspendeu a campanha ‘O Brasil não pode parar’.

De acordo com sua decisão, estão proibidas mensagens que ‘sugiram à população brasileira comportamentos que não estejam estritamente embasados em diretrizes técnicas’.

Esse foi um pedido do Ministério Público Federal (MPF). A multa por infração é de R$ 100 mil.

O presidente Jair Bolsonaro defende abertamente o fim total do isolamento social, contrariando as autoridades de Saúde do seu governo.