No Memorial JK, Rodrigo Pacheco diz esperar Bolsonaro pacífico

Após participar de comemoração aos 40 anos do Memorial JK, em Brasília, neste domingo, 13, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), afirmou que guarda ‘muita confiança que ela [carta de Bolsonaro à nação] se perpetue como uma tônica entre as relações dos Poderes a partir de agora, porque isso é fundamental para o país’.

Pacheco suspendeu a agenda oficial do Senado no restante da semana, após o tom elevado pregado por Bolsonaro nas manifestações de 7 de Setembro.

Ala mais radical que foram às ruas no Dia da Independência e do movimento grevista dos caminhoneiros insistem que Senado aceite pedido de processo de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).