‘Não é coisa de vagabundo’, diz arcebispo que jogou capoeira. Veja vídeo

Um dos vídeos mais compartilhados nas redes sociais do Brasil nas últimas horas é do arcebispo de Feira de Santana, Dom Zanoni Demettino Castro, de 59 anos, jogando capoeira no centro do Terreiro de Jesus, no Pelourinho, em Salvador. ‘É perceber o valor da cultura negra. Vê que não é coisa de vagabundo, mas uma expressão forte de resistência e da luta do negro’, afirmou ao Correio.

Ele estava na capital participando de apresentação de dois novos bispos.

‘A gente estava saindo da Missa quando passamos pela praça e o pessoal nos pediu uma benção. Além de Arcebispo de Feira, eu sou bispo referencial da Pastoral Afro-Brasileira. Então, já tenho esse diálogo com o resgate da tradição africana. O momento foi uma brincadeira inesperada, uma iniciativa pequena que traz a discussão do modo como nos relacionamos num mundo cada vez mais intolerante, que quer impor uma visão única’. Ele deu R$ 100 aos capoeiristas.