Na fila para vacinar, a esperança da compra em massa por empresas

Grandes empresas brasileiras pretendem comprar 33 milhões de doses da vacina Oxford/Aztrazeneca. A negociação com o governo, já em andamento, é que a metade disso seria doado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Dessa maneira, além de fazer a ‘vida normal’ voltar mais rápida, a economia giraria com funcionários e familiares — muitos no final da fila, só lá para dezembro — imunizados.

Entre as 12 grandes a entrarem neste acordo, revela o Painel da Folha da edição desta segunda, 25, está a Gerdau.

Custaria R$ 23,79 dose e já chegaria em fevereiro.