Mulher confessa que matou e esquartejou chargista que estava desaparecido

Está presa uma mulher de 44 anos que afirma ter matado e esquartejado o chargista Marco Antônio Rosa Borges, de 54 anos, que estava desaparecido desde sábado. Ela se entregou nesta terça-feira, 23, em São Gabriel do Oeste, região norte de Mato Grosso do Sul. Ele trabalhava no jornal O Estado e era desenhista profissional com longa experiência na imprensa regional.

Malas com partes do cadáver foram encontradas em casa desabitada no sul da capital Campo Grande, informa a Folha.

Ela afirma que matou Borges após ter sido agredida durante uma discussão.