Mineirão pode ter portões novamente fechados para a torcida

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), ameaçou novamente proibir torcida nos estádios após registro de aglomeração e até mesmo de confusão na partida entre Atlético e River Plate pela Libertadores na noite desta quarta-feira, 19. ‘Esse jogo do Galo era um evento-teste, conforme acordado com o Mineirão e com a diretoria do Atlético. E não passou no teste. As cenas que vi me deixaram horrorizado. Eu não tenho nenhum receio de voltar atrás e fechar tudo de novo’.

Ele disse que muitos duvidam que ele tomem medidas mais extremas por ser atleticano e ex-presidente do clube. Nesta sexta-feira, 20, o Cruzeiro enfrenta o Confiança, com torcida, no Mineirão, pela Segunda Divisão do Brasileirão.

O jogo que classificou o time mineiro para sua terceira semi-final do torneio continental teve 17 mil torcedores pagantes, com renda de R$ 2,6 milhões.