Magazine Luiza apoia quarentena e queda de 10% no preço do gás

Magazine Luiza apoia quarentena e queda de 10% no preço do gás

Luiza Trajano, do Magazine que leva seu nome, diz não ter previsão para o retorno das atividades com a pandemia do Coronavírus.

O preço do gás teve corte de 10%, o que faz o acumulado no ano chegar a 21%. E o consumidor, viu o preço cair, de fato?

O que importa!

LUIZA 🔴 A comandante do Magazine que leva seu nome afirma que foram os primeiros a fecharem com a pandemia – e não serão os primeiros a reabrir, destoando dos líderes do setor.

21% 🔴 Esse é o acumulado de queda – que nunca chega ao consumidor final – com um novo corte de 10% no preço do gás de cozinha por parte da Petrobras.

GM 🔴 A gigante quer reduzir em até 25% os salários durante a paralisação da produção, com suspensão de contrato por 4 meses em suas cinco fábricas no Brasil.

IMPOSTOS 🔴 A rede Leader, em processo de recuperação judicial, ganhou na Justiça Federal do Rio de Janeiro o direito de adiar o pagamento de tributos federais.

7 MIL 🔴 Esse é o número de brasileiros que ainda aguardam para voltar ao Brasil para se aquietar até a ‘passagem’ do novo Coronavírus no mundo – 8,6 mil já retornaram.

1/4 🔴 Esse foi o freio, até o momento, de investimentos com anúncios das principais marcas do mercado no primeiro trimestre, diz pesquisa do IAB. Algo sem precedentes. 

INDUSTRIÁRIOS 🔴 A Justiça do Trabalho de Minas Gerais suspendeu atividades de industriários – do grupo de risco – de Belo Horizonte e Contagem. Empresas podem ter apenas 30% de trabalho presencial.

ASTROSCIENCE 🔴 Esse é o nome da Startup de Uberaba (MG) que contribui para esse momento com impressão em 3D de válvulas para respiradores e equipamentos de proteção individual.

4.4.62 🔴 Esse é o número de vagas, além de formação de cadastro de reserva, para jovem aprendiz dos Correios em todo território. As inscrições começam nesta terça, 31.

90 DIAS 🔴 Esse é o tempo que a Prefeitura de Itabira (MG) prorrogou o prazo para pagamento de alvarás de funcionamento. Um peso a menos no bolso dos comerciantes… até 30 de junho.