Connect with us

Economia

Mães planejam se acorrentar em frente ao STJ

Published

on

Ato com dezenas de mães – que planejam se acorrentar – está programado para acontecer em frente ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, nesta quarta-feira, 23. A mobilização do Instituto Lagarta Vira Pupa (rede de apoio a pessoas com deficiência) tenta evitar que a Corte determine que o rol da Agência Nacional de Saúde (ANS) é taxativo e que planos de Saúde apenas serão obrigados a atender procedimentos ou tratamentos previstos por ele.

Pessoas com doenças crônicas, diabete e deficiências, além de idosos, serão as mais afetadas.

Uma das manifestantes, advogada de trigêmios dentro do espectro autista, advogada Vanessa Ziotti, cita que terapias indicadas pelos médicos que chegaram a custar R$ 180 mil só foram pagas por plano de Saúde após Justiça ser acionada.

Jornalista e editor dos sites Da Redação, Front Pages News e Cura Plena. Escritor do 'Museu da Notícia' e 'Quer um conselho?'.

Continuar Leitura
Advertisement
Advertisement

Mais vistas