Mãe de Henry escreve livro para ‘ajudar outras mulheres’ e quer palestrar

De acordo com reportagem do jornal EXTRA, Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry, leu a Bíblia em 85 dias, além de outros 22 livros no tempo que está na cadeia, desde a morte da criança. Agora ela se dedica a escrever um livro para ‘ajudar outras mulheres’, citando relação que classifica como tóxica com o ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, também preso no Rio de Janeiro.

‘Minha ideia é publicar um livro justamente contando minha história, o que vivi durante todo o relacionamento abusivo e tóxico, com agressões físicas e psicológicas’.

‘Quero que esse trabalho ajude mulheres que vivem nessa situação e evite que outras tantas passem por isso. Minha meta, ao sair da cadeia, é dar palestras e focar nesse tema’.