Luciano Hang, da Havan, tem alta após tratar Covid

Um dos maiores apoiadores de Bolsonaro, o empresário Luciano Hang, 58 anos, da rede Havan, deixou nesta quarta, 20, o hospital Sancta Maggiore, no Moumbi, em São Paulo. Ele tratou infecção por Coronavírus, juntamente com a mulher e a mãe de 82 anos — a idosa segue hospitalizada —, mas defende nas redes sociais tratamento precoce contra o vírus, o que não é reconhecido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

‘A vida é uma só e temos que lutar com todas as forças para preserva-la. Prefiro pecar pelo excesso do que errar sem ao menos tentar’, afirmou em seu Instagram.

O empresário proibiu a publicação de boletins sobre seu estado de saúde.