Loja virtual da Renner ainda fora do ar: ações caem

Em novo comunicado, minutos antes da abertura do mercado no Brasil nesta sexta-feira, 20, a Renner afirma que equipes seguem trabalho para restabelecer e-commerce, que sofreu ataque cibernético na tarde desta quinta-feira, 20 — sistemas estão fora do ar há mais de 15 horas, mas lojas físicas continuam funcionando normalmente, de acordo com a empresa, que garante que os principais bancos de dados não foram alvo hacker.

De acordo com informação extraoficial, criminosos exigem US$ 1 bilhão em criptomoeda para devolver o controle.

As ações da empresa na Bolsa abre em queda de mais de 2%.