Lira diz que Bolsonaro precisa parar de questionar urnas eletrônicas

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), considerado aliado de Jair Bolsonaro, afirmou que presidente precisa parar de atacar a legitimidade das urnas eletrônicas, mas afirma que os ‘desencontros’ sobre esse assunto vai encontrar ‘bom termo’ em breve. ‘O Legislativo precisava ter se colocado de maneira mais rápida, o Judiciário precisa demonstrar boa vontade e claramente mostrar que as urnas são confiáveis, alargando os sistemas de transparência e o presidente, definitivamente, precisa deixar de questionar essa legitimidade. É importante que todos se sentem à mesa’, afirmou em entrevista ao jornalista Roberto D’Ávila, na GloboNews, nesta terça-feira, 24.

‘Acho que nós vamos chegar rapidamente num bom termo e ajustarmos esses desencontros que não fazem bem ao país, se gasta muita energia com assuntos que deveriam ser tratados de outra maneira’.

‘A diferença entre a versão que tá na rua e o que a gente vive de realidade é o que nos permite dizer que não teremos nenhum tipo de ruptura democrática. Os militares são conscientes que são protetores da nação e não de qualquer projeto. Temos que ter calma, paciência, autocontenção.’