Kalil sobre ida de Bolsonaro a BH: pode ‘andar de moto, velocípede, a cavalo’

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), afirmou em entrevista ao programa Brasil Urgente, da Band, que não vê problema em passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro, marcado para julho na capital mineira. ‘Não há um político no Brasil que o prefeito não receba. E, de mais por mais, andar de motocicleta não está proibido na nossa cidade. Então, por enquanto, não vejo nenhum problema nisso. Eu mesmo sou motociclista, tem um ano e meio que não ando, mas não há proibição alguma de andar de carro, motocicleta, velocípede, a cavalo, pode andar do que que eles quiserem que não há nenhum tipo de restrição’.

‘E, se quiser conversar com o prefeito, será muito bem-vindo à prefeitura, e irei humildemente ao lugar em que o presidente da república marcar. Comigo todo mundo senta e conversa. Escutar não fiz mal a ninguém, e nunca matou ninguém’.

Mas ele ressalta que a cidade precisa se preparar para evitar aglomerações durante o trajeto.