Joice Hasselmann cita objeto suspeito, mas que não confia na PF

O caso de agressão sofrida pela deputada Joice Hasselman (PSL-SP) segue sendo investigada pela Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados e pela Polícia Civil, pois ela afirma não confiar na Polícia Federal por possível interferência do presidente Jair Bolsonaro. Nesta segunda-feira, 26, Joice afirmou que encontrou no sofá do apartamento funcional que ela teria sofrido ‘atentado’ um objeto que não pertence a ela nem ao marido.

Hasselman não revelou qual seria o objeto, mas que foi devidamente recolhido em saco plástico para ser periciado.

Ela revelou em sua conta no Twitter na noite desta segunda-feira que registrou B.O. contra o Senador Styvenson Valentim ‘que me acusou de ter usado drogas, enquanto a polícia e o Ministério Público Federal (MPF) investigam a possibilidade de atentado político contra mim. Hoje mesmo levarei o caso também ao Conselho de Ética do Senado’.