João Doria a um passo de desistir de concorrer à Presidência em 2022

Em entrevista ao Estadão, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), desafeto declarado de Jair Bolsonaro, admite pela primeira vez que pode concorrer a reeleição e não disputar a Presidência em 2022 — mesmo com sua conquista com a vacina do Instituto Butantan, ele enfrenta resistência dentro do próprio partido, que vê o nome do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, despontar. ‘Diante deste novo quadro da política brasileira, nada deve ser descartado’.

‘Novo quadro da política brasileira’ se trata da entrada de Lula no cenário, causando um polarização com a direita bolsonarista como nunca antes na história brasileira.

E o PSDB não tem a essência de uma terceira via que poderia estremecer o jogo eleitoral.