Itajubá: reforma completa de Mercado Municipal da década de 50 custará R$ 1 milhão

Itajubá: reforma completa de Mercado Municipal da década de 50 custará R$ 1 milhão

Itajubá: reforma completa de Mercado Municipal da década de 50 custará R$ 1 milhão

A Prefeitura de Itajubá, em parceria com a Associação dos Permissionários do Mercado Municipal, está reformando um dos patrimônios arquitetônicos mais antigos da cidade: o Mercado Municipal de Itajubá.

Atualmente estão sendo colocados piso em granito, assentamento das tubulações das águas pluviais, embutidas na alvenaria e, preparação dos hidrômetros. A reforma visa oferecer um espaço com mais conforto, qualidade e estrutura adequada para usuários, turistas e comerciantes.

Este importante patrimônio está recebendo reforma estrutural completa. Dentre as reformas que serão feitas inclui: revestimento das paredes com pastilhas; substituição de portas; modernização dos banheiros; substituição do telhado; troca de toda parte hidráulica e elétrica e, inclusive, substituição por lâmpadas de LED; troca de esgoto e construção de rampa de acessibilidade. Além disso, o Mercado terá um sistema de captação de águas pluviais que irá proporcionar uma grande economia de recursos.

A verba para a reforma, no valor de R$ 1 milhão, foi obtida por meio de emenda parlamentar, com apoio do deputado Dimas Fabiano, que obteve a verba junto ao Ministério da Integração Nacional. O projeto de revitalização foi desenvolvido pela Prefeitura.

Curiosidade

O primeiro mercado de Itajubá foi construído em 1860 e ficava localizado em uma esquina do Largo dos Passos (Praça Theodomiro Santiago) e era chamado de Casa da Quitanda.

O Mercado Municipal atual foi construído em 1954, por iniciativa do médico Dr. Vicente Vilela Viana, prefeito na época. Ele transferiu o Mercado para a área do antigo Estádio Municipal, hoje urbanizada. O terreno em que foi construído o atual mercado foi doado pelo Sr. Próspero Sanches.