Formiga: TJMG libera funcionamento presencial de supermercados e similares

Alegando que apenas o sistema de delivery é insuficiente para atender demanda da população, o desembargador José Flávio de Almeida liberou o funcionamento presencial de supermercados em Formiga, que vive pico da pandemia, com mais de 120 pessoas hospitalizadas. A Associação Mineira de Supermercados perdeu em primeira instância, mas recorreu ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A decisão abrange ainda armazéns, mercearias, sacolão, hortifruti, açougues e padarias. A venda de bebida alcóolica continua vetada.

Em Passos, a medida restritiva já está valendo. Em Piumhi, a partir das 20 horas.