Flávio Bolsonaro desiste de loja de chocolates do caso das ‘rachadinhas’

Loja apontada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro como a utilizada pelo senador Flávio Bolsonaro (Republicanos) para lavar até R$ 1,6 milhão de esquema da ‘rachadinha’ foi entregue pelo filho do presidente. A franquia da Kopenhagen funcionava no shopping Via Parque, zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com O Globo, a atual administração da loja é do grupo CRM, dono da própria marca de chocolates.

O senador ainda não comentou sobre a desistência.

Na denúncia do MP em novembro do ano passado, o senador foi acusado de liderar uma organização criminosa, com o objeto de recolher parte do salário dos seus funcionários quando era deputado na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.