Flagrados com linha chilena podem pagar multa de mais R$ 2 mil em Governador Valadares

Flagrados com linha chilena podem pagar multa de mais R$ 2 mil em Governador Valadares

Empinar pipas é uma brincadeira divertida praticada em Governador Valadares e em várias partes do mundo. Mas ela se torna perigosa quando os praticantes usam uma linha encerada com quartzo moído, madeira e óxido de alumínio, conhecida como “linha chilena”. Com esses produtos, a linha se torna um objeto altamente cortante que já machucou, mutilou e matou pessoas.

Como forma de coibir essa prática na cidade, o prefeito André Merlo sancionou a Lei Nº 7.058, de autoria do Executivo Municipal, que estabelece multa de 585 UFIR’s, cerca de R$ 2 mil, para quem for flagrado utilizando a linha preparada com estes produtos ou qualquer outro com efeito cortante. Já para quem armazenar ou comercializar a “linha chilena” ou outra linha com substância cortante para a soltura de pipas, papagaios e similares, a multa chega a 1.170 UFIR’s, cerca de R$ 4 mil e prevê também a apreensão do material.

As multas dobram de valor em casos de reincidência. Se for pessoa jurídica, a reincidência resultará, também, na cassação do alvará de funcionamento.  A fiscalização do disposto nesta Lei será feita pela equipe de Fiscalização de Posturas do Município, observados os padrões e rotinas de inspeção.

O Município vai promover campanhas de conscientização e esclarecimentos à população sobre os perigos do uso de “linha chilena” ou de substâncias cortantes em linhas de empinar pipas, papagaios e similares.