Esposa do presidente do Haiti, Jovenel Moise, também morre em atentado

Confirmada também a morte também da primeira-dama do Haiti, Martine Marie Etienne Joseph Moise — ela chegou a ser socorrida até um hospital, mas não resistiu. Ainda não se sabe a autoria do atentado que matou o presidente Jovenel Moise nas primeira horas desta quarta-feira, 7. De acordo com o primeiro-ministro do país, Claude Joseph, integrantes do grupo armado que invadiu residência privada de Moise falavam espanhol, língua que não utilizada no país.

A República Dominicana fechou suas fronteiras após o atentado.

Joise era um empresário da produção de bananas e chegou ao cargo sem experiência política em meio a convulsão social que o país vive desde 2018.