Eleições adiadas: Presidente do Tribunal Superior Eleitoral nega que mandatos serão prorrogados

Eleições adiadas: Presidente do Tribunal Superior Eleitoral nega que mandatos serão prorrogados

Em entrevista publicada na edição deste domingo do Correio Braziliense, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirma ‘ciência decidirá data das eleições municipais’.

‘O plano A é não adiar. O plano B é adiar talvez para 15 de novembro. O plano C é o primeiro domingo de dezembro. Se nós conseguirmos realizar as eleições no começo de dezembro, a gente consegue dar posse em 1 de janeiro, como prevê a Constituição‘, observa.

Em respeito à Constituição, ele descarta a prorrogação dos mandatos, já que a vigência do mandato é de apenas quatro anos.

‘Portanto, o direito de se conduzir ou não essas pessoas pertence ao eleitor‘, afirma.