Donos de restaurantes arriscam abertura: ‘vai quebrar de qualquer jeito’

O sufoco econômico de início de ano, sem auxílio-emergencial, e com os números da pandemia aumentando, exigindo medidas mais duras, tem provocado atitudes distintas. Só que alguns donos de restaurantes paulistas admitem que vão desrespeitar decreto: ‘É um risco para o restaurante, mas tem gente que entende que, se não fizer isso, vai quebrar de qualquer jeito’, informa o Painel S.A., da Folha.

Protesto do setor foi registrado neste sábado, 23. E já tem outro programado para quarta, 27.

O Governo de São Paulo afirma ter liberado R$ 720 milhões em crédito subsidiado.