Crise institucional nacional afeta ‘eleição regional’ de Passos

O clima político nacional, após ‘ultimato’ de Jair Bolsonaro ao STF nas manifestações de 7 de Setembro, faz com quem seus eleitores pressionem deputados federais pela pauta pró-Governo, condicionando também o voto de 2022 ­- para os estaduais, apoio ou não à reeleição vai contar para boa parte dos seguidores do presidente decidir seu voto.

A pressão nos políticos da região, principalmente em Brasília, cresce a cada dia, saindo até das redes sociais para uma cobrança ‘analógica’, através de outdoor.

O passense Rodrigo Pacheco (DEM) cancelou a agenda do Senado no resto de toda semana.