Homem sobe em torre de alta tensão e metade de país fica sem energia elétrica

Crise hídrica: quem economizar energia, pode ter benefícios

Se depender do deputado Edio Lopes (PL-RR), presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara, já a partir de setembro o brasileiro que economizar energia poderá ter desconto na conta. A expectativa, afirmou em entrevista ao Estadão, é que em meio à pior crise hídrica em 91 anos, o país economize mil megawatts até o fim do ano, potência que atenderia o Estado de Sergipe.

‘Só tem duas formas de uma espécie de bônus. Uma seria um crédito em faturas futuras e a outra seria um bônus de alguma forma em espécie monetária, que acho um pouco difícil’.

Publicamente, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, nega risco de racionamento.